A pàgina primeiro (http://www.antis.se/quim_1.html)!


Colecione postais ilustrados! / Exposições de postais /
Andando à pé /
© Kim Mällberg 1993 e 2002 / http://www.antis.se/quim_7.html

 

Postal illustrado, obra de arte, TAO.

 

   

Exposições de postais
(© Kim Mällberg 1993 e 2002)

 

De vez em quando surge uma exposição de postais. Eu conheço melhor as que surgiram na Suécia. Duas exposições interessantes foram "Mulheres do homen" e "Homens", compostas por Carin Hartmann. Nessas duas exposições que foram exibidas, entre outras cidades; em Londres, Copenhaque en nas três maiores cidades suecas no inicio dos anos oitenta ela tentou formular algumas perguntas à respeito de como os homens vêm as mulheres, e como as mulheres se vêm a si própria e como os homens são entendidos etc.

Um símbolo sexual, Marylin.

Um símbolo sexual, Marylin.

A coleção dos cartões postais era ao mesmo tempo bonito, feio e interessante, e às vêzes as fotos até podiam entender-se como humilhante para um ou outro as partes. Ai a gente tinha muito que pensar.

 

Na Suécia se pode citar duas grandes exposições sôbre a historia do cartão postal e as diferentes áreas de colecionação. Em 1987 surgiu a exposição "O postal durante 100 anos" no museu do correio em Estocolmo. Göran Heijtz era a fôrça de impulso dessa exposição. Em 1989 foi a vez do Clube de postais de Gotemburgo com a exposição "Mil e um Postais" na exposição do correio em Gotemburgo. Essa exposição foi selecionada aos montes por Bengt Adickes e deu um bom resumo da história dos postais e sôbre os diferentes temas dos postais. Até eu participei num canto e mostrei postais da minha coleção.

 Cartão de membro 1997, Clube de postais de Gotemburgo

Clube de postais de Gotemburgo

"Göteborgs Vykortsklubb"

cartão de membro

1997

ano do aniversário (10 anos)

 

Por um acaso eu assisti uma exposição de postais em Holanda baseada em uma idéia divertida. Em 1974 fui com meus pais à pé através da Holanda. A intenção era fazer uma caminhada em volta de toda nossa terra. As circunstâncias fizeram com que a caminhada ficou só em três anos e meio pela Europa, as ilhas Canárias e um periodo mais longo no Recife no nordeste brasileiro, também uma visita rápida no Paraguai. Na Holanda os jornais escreviam sôbre nossa caminhada e até a TV fez reportagens. Isto motivou um homem a interromper-nos ali quando caminhávamos com nossos carrinhos e toda a bagagem. Nós fomos convidados a morar grátis no seu hotel na cidade holandesa Enskede. Nós ficamos uma semana e o tempo todo nos ofereceram deliciosa e variada comida vegetariana. Enquanto passeávamos em volta da cidade caimos derrepente numa exposiçâo diferente de arte. As paredes brancas estavam cheias de arte dos grandes museus de toda a parte do mundo. Multidão de artes. Bem, mas o tamanho de cada peça de arte era pequena. Era uma exposição de postais no lokal de exposição "Markt 17". Ali tinha de todas as artes que se quisesse ver na realidade. Até mesmo o envelope no qual o cartão tinha sido enviado, já que êles tinham sido enviados pelos diferentes museus participantes, grampeado na parede. Uma boa forma de dar uma olhada no que existe nos diferentos museus do mundo!

Eu, Kim na Espanha 1974.

Eu, Kim na Espanha 1974.

 

 

Alguns meses depois caminhamos através da Espanha e eu procurava é claro postais interessantes quando aparecia oportunidade. Eu tomei gôsto pelos postais fotográficos

Postal fotográfico romântico

românticos editados na Espanha naquela época. Os postais mostravam pares românticos, retratas da familia ideal com três gerações no lar ao lado da lareira no ambiente rico e postais com crianças bonitenhas vestidas com roupa de adulto. Postais semelhantes tinham também na Itália. As crianças podiam estar vestidas de militares, policias, artistas, mecânicos de carros e outros mais.

Tinham também alguns carões artisticos bonitos. Entre outros eu fiquei fascionado com uma das pinturas de Goya, "Entierro del la Sardina", que mostrava umas figuras

Entêrro da sardinha, Goya.

"Entêrro da sardinha"

Goya

 

Carnavalescas carreganda uma estandarte de uma cara grande fazendo careta. Mas minha maior descoberta foi uma série de postais retratando Salvador Dali no seu bisarro ambiente caseiro. Eu gosto do que é um pouco diferente.

Salvador Dali no seu bisarro ambiente caseiro.

Salvador Dali no seu bisarro ambiente caseiro.

 

Eu penso por exemplo num dos meus amigos em Gotemburgo que coleciona sôbre o tema "morte". Não são muitos os que têm uma coleção de postais tão bonita nêsse tema, como êle tem.

Ilustração de um sarcófago, França.

Ilustração de um sarcófago, França.

 

Como você mesmo exporia uma coleção de postais, de você fôsse colecionador? Que você colecionaria? E por que?

 

A curiosidade é o melhor que alguém posso ter na sua viagem através da vida.

Ar fresco!

Ar fresco!

 

 

 

Andando à pé.
(© Kim Mällberg 1984, 1993 e 2002)

 

Andar à pé é a melhor forma de se ver o mundo. As outras formas vão muito rápido até de bicicleta. Entre 1984 à 85 meus pais e eu saimos à pé, nossa última longa caminhada. Nos estivemos durante 9 meses nos caminhos da Europa, desde Gässie no sul da Suécia até Rimini na Italia. Esta caminhada foi como a de 1974 à 77 com intenção de dar volta por tôda nossa terra, mas dessa vez também o dinheiro terminou. Fazer o dinheiro dar sempre foi nosso maior problema. Nossos assinantes de postais eram demasiado poucos. Mas a idéia de enviar postais das nossas caminhadas acho que era divertida. Procurar nas lojas, museus, editoras e outros locais por emocionantes postais para os assinantes era uma agradável ocupação. Depois restava escrever nos cartões, pôr o sêlo e no máximo possivel tê-los limpamente carimbados em algum correio. Era bastante trabalhoso, mas frequentemente o resultado saía realmente bom.

 

Durante a caminhada eu escrevia um diário, às vêzes bastante ambicioso com longas textos e desenhos e pinturas de aguarela. Outros dias eram só algumas linhas como lembrança. Aqui vão algumas páginas da Alemanha do "Diário número 30 do Kim. Saindo pelo mundo".

 

 

Lauda------Markelsheim (Gasthof Lochner).

Domingo 26/8 1984

19 quilómetros

Nós continuamos caminhando pelo caminho marcado para bicicletas. O temp está húmido, nebulento e nuvioso. Meu pai está irritado com êsse tempo "pegajoso". Não podemos acampar hoje também. Mais um acampamento mostrado no mapa que na realidade não existe. Agora moramos no lugar disso num quarto bastante luxuoso de três camas. De noite podemos nos banhar de verdade na banheira.

Restaurante, interior no Gasthof Lochner.

Restaurante, interior no Gasthof Lochner.

Markelsheim------Klingen (Gasthof Zur Romantischen Straße).

Segunda-feira 27/8 1984

21 quilómetros

A comida que comemos ontem de noite no "Gasthof Lochner" ficou carissima! Custou mais que eu costumava gastar na minha casa em Malmö em uma semana inteira, de manhã, meio dia e de noite tudo durante os sete dias. Caramba!

 

O passeio pelo caminho para bicicleta e o "Caminho Romântico" foi bonito. Nós tivemos de volta pouco do tempo

Caminho Romântico.

Caminho Romântico.

Ensolarado. Muitas pessoas no caminho nos reconheceram pelos jornais, onde fomos corretamente considerados êsse último tempo, com saudações ou paradas para conversar. Temos alguma comida que ganhamos. De uma casa de hóspedes, (hotel-pensão) saiu o dono correndo com um copo de 1 litro de cerveja espumante. Mas nós consequimos transformar a cerveja em suco de maça, depois que falamos que eramos vegetarianos e não tomamos bebidas com álcool. Em outra vez ganhamos biscoitos e frutas em conserva de uma familia holandese viajante de carro. Quando chegamos na hospedaria noturna essa noite, "Gasthaus Zur Romantischen Straße" nos ofereceram chá de ervas e bôla de queijo.

 

"Fränkischen Nachrichten" tinha um lungo e informativo artigo sôbre nós e nossa caminhada em volta do mundo nos jornais do dia. Nós saimos numa página divertida no jornal com fotos de um festivaol na cidade de Röttingen. Nós fomos à festa hoje, o último dia de festa. Uma turma de senhoras idosas bateram palmas quando passamos.

Klingen------Detwang (Camping).

Terça-feira 28/8 1984

20 quilómetros

Nos encontramos agora à dois quilômetros das cidadades

 

Muralha de Rothenburg ob der Tauber.

Muralha de Rothenburg ob der Tauber.

 

Muradas Rothenburg ao lado do rio Tauber. Nos acampamos pela primeira vez depois de tanto tempo. Nessa caminhada estamos realmente azarados com o clima. Aqui pararemos e fazemos nosso próximo postal. Usando o acampamento, agora que encontramos um, assim podemos viver mais barato alguns dias.

 

A caminhada dêsse dia foi realmente gostoso. Nos andamos pelo caminho para bicicleta e pela rua principal. Ambos são bons e ruins ao mesmo tempo. No caminho para bicicletas tinha muitas dadeiras que eram trabalhosas para nossas carroças de mâo, mas é tranquilo e bonito. Na estrada principal, que já não é tão grande, as laderas são mais suaves, mas o tráfico é irritante e às vêzes perigoso.

 

Amanhã vamos à Rothenburg, que fica um pouco mais no alto, para buscar nosso correio e ordenar outras coisas. Vamos sem as carroças e êsse trajeto teremos provavelmente que fazer muitas vêzes antes de seguir nossa caminhada com as carroças até ao sul.

Detwang (Campingplatz Tauberidyll / acampamento).

Quarta-feira 29/8 1984

Rothenburg ob der Thauber tomou todo nosso dia. Tem um caminho que sobe para a cidade. A cidade é em parte rodeada de muros. Maior alegria tive eo com dois museus. Um museu criminal, onde eu já econtrei poistais para nossa correspondência de caminhadas para os assinantes, e o museu de bonecas, onde eu comprei uma serie de postais

Boneca

com bonecas (de oito em oito) para minha própia coleção. Rothenburg ob der Tauber é uma tipica cidade turistica. Não é nada estranho já que é uma bela cidade velha. Muitos

Bonecas

visitantes chegam diàriamente em ônibus de turismo. Duas lojas são especialisadas em NATAL e tem exposição permanente e vendas de adôrnas natalicos. Os adôrnos em em si nâo têm nada de raros mas a forma com que são apresentados é divertida. São tantos que a impressão é imponente, com todos os enfeites, árvores de natal, bugigangas, presentes, decorações de natal, etc.

 



Salve a amizade Brasil - Suécia!

E-mail:

 

Kim Mällberg - kimantis@yahoo.se

 

Copyright © 2002 by Kim Mällberg.



A pàgina octogésimo! ou A pàgina primeiro!


Kim / Português (1)
(2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9)
@
Kim








PARA CIMA!



Kims Länkar / en länksamling /