A pàgina primeiro (http://www.antis.se/quim_1.html)!


Colecione postais ilustrados! / Mil e um postais /
Fragmentos do nosso mundo / © Kim Mällberg 1993 e 2002 /
http://www.antis.se/quim_5.html

 

Kullen, Escânia

 

   

Mil e um postais.
(© Kim Mällberg 1993 e 2002).

 

Em cima dessa velha castanheira eu tenho um lugar num galho grosso onde eu me sento, com os pés em um galho mais fino. Eu tenho dez anos, sardento e de bom humor. Aqui é meu lugar preferido na metade da árvore. Numa caixa que amarrei em uma forquilha de um galho tenho castanhas guardadas, da grande utilidade para munição. Eu espero que algumas das estudantes da escola popular (Östra Grevie Folkhögskola) passem. A casa estudantil delas fica perto. Mas a maioria vai prá escola pelo outro lado. Ninguém passa, ai eu me canso de esperar.

 

Em compensação eu subo para o alto da árvore. Chego cada vez mais alto.

Escalar

Para todos os lados a gente tem uma vesta fantástica do campo Escânez. Lá em baixo brilha o lago. Quando eu subo até em cima vejo que toda a árvore está balançando. Será que os galhos e o topo da árvore aguentarão meu peso?

   

Balanceia..., a árvore esá insegura. Seguirei subindo. É só abrir seus braços e sair voando em asas fortes. O Vento sussurra entre as penas. O ar quente do verão me leva prá cima. Cada vez mais alto. A vista lá embaixo passam com os campos, as roças, os bosques e lagos. Todo é lindo como um postal, quase intensivo demais. Plantação de trigo, colza e de milhos.

Campo de colza luzindo de amarelo.

Campo de colza luzindo de amarelo.

Mais postais à vista. Comigo, comigo, eu gorjeio sôbre a região. Lá embaixo se vê a velha ruina de "Månstorps Gavlar". Månstorps Gavlar. Os outros gralhas voavam ao redor em grande nuvem amedrontadas por um campesino que passava com seu trator barulhento. Eu sigo voando, atraido pela aventura, longe para o horisonte.


Campo de colza.
Campo de colza.


    

Olha! Lá no vale está a velha escolinha à beira do bosque. Uma casa despovoado. Algo me atlrai para a escola. Eu escorrego para o sótão pila janela redonda rachada. O exato que dava prá mim passar.

As penas se arracam de todo lado. Eu espirro e estremeço. Eu coloco os pés no piso de madeira que rangia. Os raios de sol se jogam pela janela através de milhares de partículas de poeira. Assim como os raios de luz ao longe na greta do bosque. Agora a luz se espalha num monte de estantes por todos os lados da sala. As prateleitas estão carregadas de caixas de sapatos, caixas de arquivo e porta folhas.


Postals ilustrados, tema de telegrama.
Postals ilustrados, tema de telegrama.


   

   

Debaixo de um monte de poera numa mesa de madeira redonda e desengonçada vejo um album velho em estilo da Arte Nova. Um album de postais antigos! É um pouco tétrico no sotão. Quando eu tiro a vista do álbum vejo uma menininha pálida do outro lado da mesa. Ela está sentada num banco imóvel olhando um postal numa caixa aberta ao lado da mesa.

Ela está vestida com mangas de balão e colar de coral. Há algo de espectro nisso tudo. Quando eu encontro algumas velas, uma caixa de fósforos para iluminar o sotão, a menina desaparece. Dou uma volta de reconhecimento. As gavetas nas estantes das paredes contém postais. As gavetas estão cuidadosamente etiquetadas de acõrdo com o conteúdo; paisagens, castelos, realeza, natal e ano novo, páscoa, postais romãnticos, etc, cada um em sua caixa. Um postal nu chão desperta meu interêsse. O postal monstra a velha escola da aldeia de algum tempo do inicio do século (1900). Do lado de fora da escola os alunos brincam de roda com a professôra. A escola se ncendiou na década dos anos 30.


Muitos parabéns!
Muitos parabéns!


   

De alguma forma eu sei que foi assim. Agora só existe o alicerce. O sonho desaparece. Eu acordo e continuo com a seleção dos postais para a exposição de cartôes postais "Mil e um postais".

 

Ainda, oito anos depois do sonho, procuro o postal com a escola e as crianças brincando quando vejo postais, quando compro, ou por outro motivo vejo um monte de postais que para mim são novos. É estranho como um sonho pode ser tão real e convincente, para não se falar em como a gente se lembra de um sonho ou parte de um sonho. Eu sei precisamente como era o postal! Igualmente tenho na memória outro sonho onde eu até lia um livro sonhando. Era um livro bem especial que eu da mesma forma me lembro muito bem. Oi que surpreso eu ficaria se encontrasse aquêle livro na realidade!

 

 

Fragmentos do nosso mundo (© Kim Mällberg 1993 e 2002).

 

Durante muitos anos, desde a infância, eu tenho minha loucura especial como dezer a de colecionar tudo possivel. A maior parte se trata de livros e postais. Agora vai se tratar de colecionar postais.

 

O colecionador de postais pode fazer como êle queira com seu colecionamento e sua coleção. É bem bom! Postais existem de todo apreço e em muitas formas. Tudo existe em postais! Provàvelmente existem tantas formas de se colecionar postais como existem colecionadores.

   

Postal ilustrado com penas

Postal ilustrado com penas
de pavão verdadeiro.

   

Cada Um faz como lhe parece melhor. Muitos já têm algum interesse especial ou algum colecionador descobre em alguma oportunidade os postais com suas ricas ilustrações e seus diversos aspetos. Eu conheço até mesmo filatelistas que abandonaram a filatelia em favor da deltologia, colecionamento de cartóes postais.

Amar estas postais ilustrados de graça!!

Amar estas postais ilustrados de graça!!

 

Minha forma de colecionar postais fica bem para muitos. Eu colecionei quase tudo. Tudo que achasse divertido, interessante, belo etc.

Cachorro, cadeira e garota.

Cada álbum tem seu própio tema; por exemplo animais felinos, filmes, natal e ano novo, reclames, America latina,

   

San Marino 1984.

San Marino 1984. A tiro de besta
e esporte nacional de San Marino.

   

   

arquetetura ou macacos. Além disso macacos foi a única área de colecionamento onde eu colecionei totalmente sem contrôle. Aparecesse u postal de macaco na minha frente, que eu não tivesse antes eu o comprava. Sem contar se eu gostasse dêle ou não. Desde que eu abri minha primeira loja de sebo em Malmö 1978 que eu diminui meu colecionamento e até vendi grande parte das minhas coleções. Esta foi como se diga a intenção ao abrir "O sebo do Kim". Reduzir as coleções para um volume mais relanceável.

 B>MICO-LEÃO-DE-CARA-DOURADA Leontopithecus rosalia chrysomelas.

Um de meus postais favoritos! MICO-LEÃO-DE-CARA-DOURADA Leontopithecus rosalia chrysomelas. Este belíssimo primata só é encontrado no litoral sul da Bahia, nos arredores de Una. Duas outras subespécies, o "mico-leão-dourado" e o "mico-leão-preto", ocorrem apenas no litoral central do Rio de Janeiro e no extremo-oeste de São Paulo, respectivamente. Todos estão em perigo de extinção, por causa da destruição das pujantes florestas primitivas e por causa da caça injustificada que sofrem. Muitos ecologistas e várias autoridades brasileiras, há muito tempo, preocupam-se com a proteção dos micos-leões, bem como de quase uma cantena de outras espécies de animais ameaçadas de desaparecer da fauna brasileira. Já há, inclusive, um moderno banco biológico no Rio de Janeiro que conta com o apoio do Parque Nacional da Tijuca (IBDF), Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente (FEEMA), Academia Brasilera de Ciências, Conselho Nacional de Pesquisas, World Wildlife Fund, International Union for Conservation of Nature etc., e onde as três formas de micos-leões estão se reproduzindo, experimentalmente, em cativeiro, para futuros repovaoamentos.

Desenho: Alvaro Martins. Primeiro dia de circulação 4 jun 1976.

   

Postal illustrado romântico.

Postal illustrado romântico.

   



Salve a amizade Brasil - Suécia!

E-mail:

 

Kim Mällberg - kimantis@yahoo.se

 

O papa procurar postais???

Copyright © 2002 by Kim Mällberg.



A pàgina sexto! ou A pàgina primeiro!


Kim / Português (1)
(2) (3) (4) (5) (6) (7) (8) (9)
@
Kim








PARA CIMA!



Kims Länkar / en länksamling /